“Tá calor, né?”. Quantas vezes você já ouviu ou falou essa frase nos últimos dois meses? Incontáveis! Parece que quando chega a época do calor, nosso cérebro trava e é reprogramado pra falar que está calor a cada intervalo mínimo de tempo. Curioso, não?

Mas que época maravilhosa é o calor! Insetos por todos os lados, coceira, pernilongo te picando e zumbindo pelas madrugadas, suor, pessoas exalando cheiros curiosos em coletivos, a constante sensação de que você estará em chamas a qualquer momento… É, acho que não é uma época tão maravilhosa assim. Eu, particularmente, não suporto o calor. Basicamente por esses motivos, mas também um ainda não citado: incerteza. Não estou falando da incerteza de medição (estudantes de exatas, apresentem-se). Falo da incerteza de como devemos sair de casa.

Você acordou, supondo, 10h da manhã. Olhou pela janela e tava um sol digno de um deserto, nenhuma nuvem no céu e fazia um calor infernal. Você precisava sair, então não levou nenhuma blusa nem nada. Chegou as 15h e você ainda estava na rua. Agora o tempo já não era mais tão aberto, o céu fechou um pouco, mas ainda continua muito calor. Agora são 19:30 e você ainda está na rua. Nesse momento chove como se Deus estivesse querendo castigar a humanidade com um novo dilúvio. Sim, amigos, agora está fazendo frio. Você finalmente voltou pra casa, são 22h. Não está mais chovendo e está mais quente que um forno.

Resumo da história: se você soubesse de tudo que aconteceria no seu dia, de todas as mudanças de tempo, como você sairia de casa?! Bom, vocês eu não sei, mas eu sairia de bermuda, camiseta, chinelo e uma mochila, pro primeiro momento do dia. Depois colocaria uma blusa com manga, calça comprida e tênis. Levaria também um guarda chuva e uma blusa de frio, além, claro, de um bote inflável, caso houvesse inundações. Viu que horrível? Não da pra saber o que fazer, tem que se preparar pra tudo.

É, mas talvez eu esteja sendo injusto e tendencioso demais. O verão e o calor não são inteiramente ruins, tem seus lados bons. Clubes, piscinas, praias, sorvete, coisas refrescantes em geral… Não que isso não exista no restante do ano, mas são muito mais bem aproveitados no calor.0-a-esse-calor

Poucas coisas dividem tantas opiniões como “frio ou calor?”, cada um com seus argumentos e seu ponto de vista, mas uma coisa é certa: nada se pode prever no verão. Esteja preparado pra tudo, tanto para o melhor, quanto para o pior cenário possível. Tendo dito isso, vou saindo aqui pra resolver uns problemas no centro da cidade e depois ir pra faculdade. É meio dia e quatorze e fazem 32°C. É, hora de ir… Opa! Quase esqueço meu bote.

Anúncios