Nesse último domingo (19/02) ocorreu um dos casos mais ridículos e retrógados do futebol brasileiro, a polêmica do clássico Atletiba (nome dado ao jogo entre Atletico Pr e Coritiba) pelo estadual, que não ocorreu por causa da falta de credenciais de certas pessoas escaladas para fazer esta transmissão, mas antes de tudo, irei explicar todos os antecedentes .

Devido a certos problemas com a baixa renda atribuída, a Globo e suas filiais para a transmissão dessa partida, os dois times tiveram pulso forte para atribuir a partida ao Youtube , no canal das duas equipes , uma verdadeira revolução pois mostraria que o futebol não precisa ser refém de uma rede de televisão e pode sim, ampliar seus meios de chegar ao seus torcedores, como muitos países da Europa já fazem a certo tempo, como o campeonato espanhol que transmite toda sexta uma de suas partidas através das redes sociais ou mesmo a bela organização do campeonato inglês que permite uma boa visualização de não apenas um mais de todos os jogos da rodadas através de assinaturas com Tvs pagas ou os próprios canais dos times , porém, aí que vemos que mesmo com o esforço dos dois lados o Futebol brasileiro permanece em seu retrocesso.

la-liga

Minutos antes do inicio da partida, onde toda equipe de transmissão já estava posta em campo a Federação paranaense declarou encerrada a partida alegando dois motivos: um a federação alegou que a partida não poderia iniciar por causa do contrato com a Rede Globo e o outro por causa de 18 representantes da transmissão online que não tinham credenciais para partida. E que sendo assim a partida só poderia continuar se retirassem as câmeras do youtube e o único veiculo de transmissão fosse o rádio.

Mesmo batendo o pé contra a federação e a partida de certo não sendo iniciada, os dois times e suas delegações tomaram uma bela atitude entraram em campo e aplaudiram seus torcedores que foram feitos de bobos por causa de interesses comerciais da Federação de seu estado.

Vale ressaltar que segundo pesquisas da ESPN, os direitos televisivos são dados pela Globo segundo um processo de interesse por aquelas partidas e da própria emissora para transmissão. O que eu quero dizer: se o campeonato x é bem visto ele recebe uma boa quantia, se o y não, ele vai receber pouco, bem injusto não é, agora irei falar sobre os preços e vocês irão achar mais injustos ainda.

O campeonato mineiro de futebol recebe em torno de 45 milhões divididos entre as equipes pelo mesmo sistema de “merecimento” explicado no parágrafo acima, já o Gaúcho recebe 35 milhões, e o Paranaense apenas 6 , sim só 6 milhões, mais de 7 vezes menos que o Mineiro. Agora falando pelos times e não pelo campeonato os “12 grandes” do brasileirão recebem nos estaduais : Os paulistas ( Corinthinas, Santos , Palmeiras e São Paulo) cada um 20 milhões , Os Cariocas (Vasco, Botafogo, Fluminense e Flamengo ) recebem 15 milhões , 12 milhões para os mineiros (Atlético Mg e Cruzeiro ) e por fim 11 aos do Sul (Grêmio e Inter) já Atlético PR e Coritiba recebem apenas 2 milhões estão abaixo de todos os times paulistas que não foram citados que recebem 3,5 milhões, que Macaé e Resende que recebem 2,2 milhões, que o América MG que recebe 2,8 milhões entre outras equipes.

É uma situação complicada que deixa os times paranaenses desmotivados com o descaso de uma má organização, e pra piorar sua própria federação prefere apoiar os objetivos comerciais e não seus próprios times, essas duas equipes estão de parabéns por tentarem quebrar esse monstro que e o controle televisivo, e que isso sirva de esperança pra outras equipes do Brasil a fora.

f7caf769-e6a3-4b27-ac22-84fda9d2f962.jpg
“Ciranda, cirandinha vamos todos cirandar…”
Anúncios